Hérnia de Hiato

A hérnia de hiato é considerada uma anomalidade anatômica, na qual parte do estômago sobe por meio do diafragma (músculo responsável pela respiração), em direção ao peito. Apesar de as hérnias de hiato estarem presentes em até 15% da população, elas estão associadas a sintomas em uma minoria dos pacientes.

Geralmente o esôfago (tubo alimentar) passa pelo peito, atravessa o diafragma e entra no abdome por um orifício no diafragma chamado hiato esofágico. Logo abaixo do diafragma o esôfago junta-se ao estômago. Em indivíduos com hérnia de hiato, a abertura do hiato esofágico é maior do que o normal e uma porção superior do estômago escorrega ou passa (hérnia) através do hiato em direção ao peito. Em geral a maioria das hérnias de hiato em adulto se desenvolvem em muitos anos.

Acredita-se que as hérnias de hiato são causadas por um hiato maior que o normal. Como resultado desta grande abertura, parte do estômago escorrega em direção ao peito. Outras possíveis causas são:

- Encurtamento permanente do esôfago causado possivelmente por inflamação e cicatrização local devido ao refluxo ou regurgitação de ácido do estômago.

- Aderência anormalmente fraca do esôfago com o diafragma, que permite ao esôfago e estômago escorregarem superiormente.

A maioria das hérnias de hiato são assintomáticas. Quanto maior a hérnia, maior a chance de causar sintomas. Quando produz sintomas, geralmente estão relacionados à doença do refluxo gastroesofágico (DRGE). Os principais sinais e sintomas são: queimação na região anterior do peito, azia, regurgitação de alimentos e sensação de incômodo ou peso após as refeições.

As hérnias de hiato são diagnosticadas incidentalmente, quando uma radiografia ou endoscopia é solicitada, afim de determinar as causas de sintomas gastrointestinais como dor no abdome superior.

O tratamento é a base de medicação para impedir o refluxo gastroesofágico. O paciente deve alimentar-se devagar, dormir com a cabeceira elevada e evitar ingerir líquidos durante as refeições. O tratamento deve ser orientado pelo medico. Caso o tratamento clínico não resolva o problema, deve-se indicar a cirurgia.

A cirurgia pode ser realizada por via laparoscopica (pequenos orificios) com ou sem o auxilio da cirurgia robotica. Dentre as grandes vantagens encontram-se: menor tempo de internacao hospitalar, menos dor pos-operatoria, menor sangramento, recuperacao mais rapida as atividades rotineiras, alta hospitalar mais precoce e melhor aspecto estetico.

R: Sabará, 566 cj 44
Higienópolis, São Paulo - SP
Tel: (11) 3259.6120 | 3257.6577

Hospital Albert Einstein - Av. Albert Einstein, 627
2° Andar, Sala 220, Morumbi, São Paulo, SP
Tel: (11) 2151.9275

Especialidades:
Bypass, Câncer de Estômago, Câncer de Pâncreas, Câncer do Fígado, Câncer Intestino, Capella,
Cirurgia Robot, Cirurgia Robótica, Colecistectomia, Sintomas Diverticulite, Hérnia Hiatal, Hérnia Inguinal,
Obesidade Infantil, Obesidade Mórbida, Pedra na Vesícula, Perda de Peso, Perder Peso, Quero Emagrecer,
Refluxo Gastroesofágico, Videolaparoscopia

© 2015 Dr. Vladimir Schraibman. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Exiboo